Apócope

Saiba o que é como utilizar a Apócope, no Espanhol

O termo apócope até pode assustar. Porém trata-se de um fenômeno frequente e muito importante da língua espanhola.

Por meio dela, certos fonemas são suprimidos. E isso ocorre naturalmente, dentro do desenvolvimento do idioma.

Assim, sempre que encontrar uma parada “pela metade”, saberá a razão desse corte. E, melhor ainda, poderá aplicar com precisão a mesma técnica em sua comunicação.

Isso demonstra intimidade com o Espanhol e domínio das formas. Você ficará mais confiante, e será reconhecido como um fluente por utilizar a apócope.

Vamos desvendar a natureza do termo e seus usos? Aguardo você!

A origem e significado do termo

Origem do Apócope

Apócope vem do grego ἀποκοπή. Seu sentido literal denota amputação. Justamente por isso a medicina também utiliza o termo “apócope” para o procedimento cirúrgico.

Dentro da Linguística, a apócope determina a queda ou supressão de um ou mais fonemas. Pode ocorrer por regionalismos, sendo informal, ou gramaticalmente.

Neste último caso, a apócope será regulamentada. Via de regra, ocorrerá com a última letra de alguns advérbios em Espanhol, adjetivos e outras classes de palavras.

Vejamos alguns usos práticos na escrita e fala cotidiano do Espanhol.

No adjetivo “bueno”

Este uso de apócope é muito recorrente. Torna-se natural, com o uso frequente do Espanhol. Tanto que algumas pessoas demoram a perceber a diferença.

Es un libro muy bueno — É um livro muito bom

Repare como o adjetivo está em sua forma convencional. Há a concordância de “libro” e “bueno”. Ambos, por serem masculinos, terminam em O.

Contudo, quando há inversão de ordem, ocorre apócope. Especificamente, o adjetivo precisa estar antes do substantivo. Confira:

Marco es un buen amigo — Marcos é um bom amigo

Esto es un buen libro — Este é um bom livro

Em ambos os casos ocorre o mesmo princípio. Há apócope justamente porque o adjetivo “bueno” está antes dos substantivos.

Desse modo, por uma questão estética, o “O” final cai. Esse corte estilístico é, justamente, a apócope, que estamos conhecendo.

“Primero” em apócope

Como no caso anterior, “primero” pode receber apócope. Basta que esteja antes de um substantivo masculino singular. Neste então, o “O” final será suprimido.

A nova forma soa melhor em sua versão apocopada:

Marcos es el primero de la clase — Marcos é o primeiro da classe

Marcos fué el primer alumno a salir — Marcos foi o primeiro aluno a sair

Mais exemplos práticos de apócope

Vejamos, agora, de modo corrido, outras situações frequentes de apócope. Lembre-se que, na maioria dos casos, o termo precede um substantivo masculino.

Todavia, em algumas exceções, ocorrerá também em femininos e plurais. A intimidade com a língua acostuma a utilizar apócopes sem erro.

Tercero e tercer

Miguel fué el tercero a llegar — Miguel foi o terceiro a chegar

Miguel llegó en tercer lugar — Miguel chegou em terceiro lugar

El tercer lugar fué de Miguel — O terceiro lugar foi de Miguel

Uno, un e apócope de numerais

O caso utilizado em uno e un facilita a compreensão de outras formas de apócope. Especialmente numerais e indefinidos respeitarão o mesmo princípio. Veja só:

Hay un alumno faltante — Um aluno faltou

El total de alumnos faltantes es uno — O total de alunos que faltam é um

Do mesmo modo, temos:

Ella tiene ventiún años — Ela tem vinte e um anos

La soma de alumnos es ventiuno — A soma de alunos é vinte e um

Ningun e ninguno

No hay ningun problema — Não há problema algum

No hay problema ninguno por aqui — Não há problema nenhum por aqui

Estando antes do substantivo, o termo sempre receberá apócope. Se a estrutura o colocar depois, a letra “O” final permanecerá inalterada. Combinado?

Apócope nos pronomes possessivos

Possessivos- Apócope

Pode ocorrer apócope em advérbios, adjetivos e pronomes do Espanhol. No caso dos possessivos, será aceitável tanto para o masculino quanto para o feminino.

Assim, teremos as seguintes modificações:

  • Mío e mía tornar-se-ão mi para os dois casos: Mi casa (minha casa) / La casa mía;
  • Tuyo e tuya, tu: Tu casa / La casa tuya;
  • Suyo e suya, su: Su casa / La casa suya.

Antes do substantivo, ocorre apócope. Depois, mantém-se as formas extensas.

Viu como é simples e natural? Mesmo sem perceber, você a utilizará com grande frequência. Leitura, filmes e séries ajudam a fixar sua regra.

Se ainda tiver qualquer dúvida, basta falar com a gente. Não apresentamos todos os exemplos de apócope, mas a regra é de ouro: ela servirá em todas as ocasiões.

Foi um prazer imenso ter você aqui. Confira outras de nossas matérias, e esteja sempre por aqui.

Até logo, caro aluno!

Redação Hablare

Hablare é um site de conteúdo para quem deseja aprender a falar espanhol. Temos conteúdos completos e dicas para tornar o seu aprendizado nesse idioma ainda mais cativante e divertido.

View all posts by Redação Hablare →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *